Sincronicidades

Sincronicidades

Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre sincronicidades. Mas elas existem e estão mais presentes no seu dia a dia do que você pode imaginar.

Muitos as chamam de coincidências ou obras do acaso, porém, as sincronicidades significam que a vida, tal como conhecemos, está te trazendo uma mensagem importante, através de sinais que se repetem de várias formas diferentes. É como se uma linha de acontecimentos semelhantes desencadeasse uma sequência de peças que se encaixam para fazer com que você compreenda o seu atual contexto de vida e o oriente para o próximo passo a dar.

Por exemplo:

Imagine-se caminhando às pressas por uma calçada; a cabeça cheia de preocupações; problemas do trabalho cujas decisões não estão em suas mãos… Você repara em uma pena caída em seu caminho, mas não dá a ela muita importância, pois está atrasado para pegar o ônibus. Afinal, você possui uma reunião nesse dia, justamente para tentar resolver parte dos problemas que lhe afligem.

Qual a sua surpresa ao ver o ônibus acabando de sair da parada, deixando você para trás. Você pragueja e fica remoendo o fato de ter se demorado uns minutos a mais no banho relaxante que, por sua vez, atrasou a saída de casa. Por fim, sem dinheiro para taxi, resolve esperar o próximo ônibus, sentando-se ao lado de uma jovem com fone de ouvido. Ela mantém os olhos fechados enquanto balança a cabeça como se curtisse o ritmo de uma música muito agitada. A moça veste-se de forma bastante descolada e está cheia de tatuagens que te chamam a atenção.

Curiosamente, uma das imagens tatuadas no braço dela é de uma pena. Você acha mera coincidência ver uma pena pela segunda vez em pouco tempo. Enfim, você volta a atenção aos problemas e pega o celular para avisar que irá se atrasar. Logo após, a pessoa com quem você se comunica te responde: “Que pena! Mas fique tranquilo, relaxe, pois tudo vai dar certo”. Essa frase ecoa pela sua cabeça por uns pequenos instantes, pois tentar relaxar parece impossível.

Você chega ao trabalho já no final da reunião, onde percebeu que tudo acabou bem e caminhou para uma solução. O restante do dia transcorre tranquilamente, pois você percebe que as preocupações todas de nada adiantaram, tendo em vista que os problemas tiveram seu respectivo desfecho, de um jeito ou de outro.

No dia seguinte, você acorda sentindo-se estranho. Sente-se incomodado, como se algo não estivesse fazendo sentido, como se faltasse entender alguma coisa. Você acessa as redes sociais e, “coincidentemente”, desliza o dedo até um vídeo que te chama a atenção. Trata-se de uma rápida animação sobre como a meditação te ajuda a obter paz, bem-estar, permite melhor compreensão sobre a vida e os problemas, deixando você leve como uma pena.

Nesse instante, acontece dentro de você um encaixe perfeito da última peça de um quebra-cabeça cujos significados individuais das peças você não havia compreendido, mas que agora passaram a fazer todo o sentido. Ou seja, desde o princípio, situações inusitadas procuravam te dizer para ficar leve, relaxar e curtir a vida, pois tudo daria certo. E as mensagens foram insistentes, chegando de diversos locais para te dizer que não valeria a pena se estressar.

  • A pena (leveza)
  • A mensagem no celular (fazendo referência à pena e dizendo para relaxar, pois tudo daria certo)
  • A moça com a tatuagem de pena (curtindo o momento, se divertindo)
  • O vídeo sobre meditação (que contribui para o equilíbrio das emoções e bem-estar)

Esta história é apenas 1 exemplo de como as sincronicidades funcionam em nossa vida. Nada é por acaso, mas somente conseguimos entender o que o Universo está querendo nos dizer se estivermos abertos a perceber o que se passa em nosso momento presente. Prestar atenção nas coisas ao redor é permitir que as repetições, ou seja, as sincronicidades se manifestem mais livremente em nossas vidas, orientando-nos para algo que é importante sabermos.

Fato é que estamos tão preocupados com o passado e com o futuro, produzindo sentimentos de frustração, remorso, culpa, medo e ansiedade, que esquecemos de curtir, relaxar e aproveitar o presente, o agora. E as sincronicidades estão no agora.

Você começará a perceber as sincronicidades a partir do momento em que começar a fazer o exercício mental de relaxar e observar os acontecimentos e os sinais ao seu redor, buscando as ligações entre eles. Você pode fazer isso. Basta exercitar e fazer a seguinte pergunta com frequência: o que esta situação, ou esta mensagem, está querendo me dizer? E aguarde pelo próximo sinal. Conecte os sinais à medida em que aparecerem. Encaixe as peças do quebra-cabeça e reflita sobre a mensagem geral que obterá.

Exercite isso diariamente. Torne parte da sua rotina. Divirta-se procurando as sincronicidades. Sim, é divertido!

Pesquise na internet e em outros meios os significados das sincronicidades e comece a inserir essa ferramenta nas suas observações. Converse com pessoas a respeito das sincronicidades e perceba que muitas delas, por mais que nunca tenham ouvido essa expressão, terão muitos relatos de “coincidências” para te contar.

Até mesmo quando algum imprevisto acontecer com você, ou quando as coisas aparentemente saírem fora do controle, dando lugar a situações inusitadas, simplesmente não as rejeite. A rejeição costuma ser a nossa primeira reação. Quando algo assim ocorrer, lembre-se: nada é por acaso. Nada! Aceite os acontecimentos como eles são e aguarde os sinais se manifestarem. Você se surpreenderá com as mensagens que o Universo já está te proporcionando, mas que você não está percebendo.

Quando deixamos de perceber o que se passa no agora, ignoramos as mensagens importantes que trarão significado para o nosso contexto de vida e que nos ajudarão justamente a fazer melhores escolhas para construirmos um futuro alinhado com o nosso propósito.

Lembre-se: Existe uma Inteligência muito maior que rege nosso Universo. Por esse motivo o Universo é sábio e está além da nossa compreensão limitada como seres humanos. Há um propósito para a vida. E somos constantemente direcionados a cumpri-lo. Não estamos na Terra para viver uma vida leviana e de exageros, mas para aprender e evoluir. No entanto, é comum muitas pessoas considerarem surreal e fantasioso demais acreditar que estamos sendo guiados por sinais. Se você pensa assim, está pensando justamente com uma mente limitada, que te impede de compreender o que realmente significa a Vida.

Se quiser continuar a aprender, sem os limites da mente racional condicionada por costumes e crenças, comece a perceber os acontecimentos não como obras do acaso, mas como circunstância com propósito, que proporcionam a você as situações que o levarão a resultados melhores do que os anteriormente esperados, para torná-lo um Ser cada vez mais experiente e sábio.

Por isso, repito, aceite o dia a dia como ele se manifestar. Afinal, você não sabe que surpresas estão sendo preparadas para você e quais ajustes em sua rota de vida estão sendo realizados para lhe proporcionar aquilo que você mais precisa.

Deixe um pouco de lado o que você quer e pergunte à Inteligência Superior o que Ela está te trazendo.

Perceba, aceite, se entregue, não resista, divirta-se!

Namastê!
Fernando Vidya

Comentários

comentários

Fernando Vidya

Terapias Complementares para equilíbrio do corpo, da mente e do espírito.

Deixe uma resposta

Fechar Menu